Agosto lilás

A cada dois dias, uma travesti ou mulher trans é assassinada. A cada dia, três mulheres são vítimas de feminicídio. A cada hora, 30 mulheres sofrem agressão física. A cada 10 minutos, uma menina ou mulher é estuprada no país. Esses dados do levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) mostram a realidade da violência contra a mulher no Brasil.

Nesse contexto, surge o Agosto Lilás, campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher que tem o objetivo de intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha, sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o necessário fim da violência contra a mulher, bem como divulgar os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncia existentes.

Para denunciar e buscar ajuda a mulheres vítimas de violência, disque 180. A Central de Atendimento à Mulher – ligue 180 presta uma escuta e acolhida qualificada às mulheres em situação de violência. O serviço registra e encaminha denúncias de violência contra a mulher aos órgãos competentes, bem como reclamações, sugestões ou elogios sobre o funcionamento dos serviços de atendimento.

A UERJ está na luta em face da violência contra a mulher. Não se cale, ligue 180!

Tá ligado ?

19 agosto